top of page

Será mesmo que toda úlcera do Pé Diabético resulta em amputação?

Atualizado: 5 de mai. de 2023





Esse o assunto que o programa #DesPÉrta irá discutir hoje, então, vamos lá!


A primeira coisa é compreender que a neuropatia do Pé Diabético não é uma sentença, e sim, uma necessidade de maior atenção aos membros inferiores. Esse cuidado extra deve vir do paciente em conjunto com a equipe de saúde, a fim de prevenir complicações mais sérias, como a úlcera.


A úlcera do Pé Diabético, na maioria das vezes, pode ser evitada com o acompanhamento de saúde correto, o que consequentemente também evita a amputação.


No entanto, e apesar de nem toda úlcera resultar em amputação, existem riscos reais disso acontecer. Estima-se que 25% dos pacientes com diabetes desenvolvem pelo menos uma úlcera do Pé Diabético durante a vida.


Já os dados da International Diabetes Federation mostram que, mundialmente, a cada 20 segundos um membro inferior – pé ou perna – é amputado em decorrência das complicações da diabetes.


Ou seja: sem prevenção e tratamento adequado, o desenvolvimento da úlcera pode ocasionar em amputação, portanto, o cuidado com os pés deve ser uma prioridade!


Dê atenção aos seus pés, perceba os sinais que o seu corpo dá e procure ajuda da equipe de saúde caso surja algo de diferente. Acredite, quanto mais precocemente se descobre uma comorbidade relacionada ao diabetes, mais rápido se realiza o tratamento e se evita a amputação.

19 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page