top of page

Já ouviu falar sobre o Touch Test?




A campanha #DesPÉrta já falou sobre a importância de o profissional de saúde verificar a sensibilidade dos pés de pacientes com diabetes, a fim de prevenir neuropatias mais graves, como a úlcera do Pé Diabetico. No entanto, você sabe como realizar um teste eficaz quando não há auxílio de um monofilamento ou diapasão?


É aí que o Touch Test – exame recomendado pela IWGDF (International Working Group on the Diabetic Foot). O procedimento consiste no seguinte: basta pedir para o paciente se deitar de olhos fechados e, de preferência, utilizar um lençol para impedir a visão e garantir a legitimidade das respostas dele a respeito da sensibilidade.


Com as próprias mãos, o profissional de saúde deve pressionar alguns pontos do pé da pessoa com diabetes por dois segundos. As áreas avaliadas são o primeiro, o terceiro e o quinto dedo do pé, que recebem leves toques, dos quais a pessoa reporta ao enfermeiro. Com duração de dois minutos para ambos os pés, o resultado do teste é positivo para a perda de sensibilidade quando não há relato do paciente sobre dois ou mais toques.


Lembre-se que a prevenção de comorbidades em pessoas com diabetes não pode depender apenas de instrumentos. Às vezes, o profissional de saúde precisa meter a mão na massa e colocar em prática os procedimentos simples que o auxiliam em um diagnóstico.


Siga o perfil #DesPÉrta e a série “Um Passo de Cada Vez”, com conteúdos voltados para fortalecer a parceria entre médico e paciente.


O conhecimento é a base da preservação da saúde e integridade dos membros inferiores do corpo. 💙👣

51 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page